RSSYoutubeTwitter Facebook
Aumentar tamanho das letras Diminuir tamanho das letras Voltar Página inicial Versão para impressão


Ataques a Bancos em 2011

27 DE DEZEMBRO 
Uma quadrilha armada, integrada por, no mínimo seis homens, sequestrou, na manhã de 27/12, o gerente da agência do Banco do Brasil da cidade de Trairi (a 124Km de Fortaleza) e conseguiu roubar cerca de R$ 300 mil daquela unidade bancária. A família do gerente também foi mantida como refém no vizinho Município de Paraipaba, o que obrigou o bancário a ir sozinho à agência, retirar o dinheiro e voltar para casa onde ficou parte da quadrilha. Segundo a Polícia, os assaltantes invadiram a casa do gerente no começo da manhã. Eles teriam passado toda a madrugada escondidos no quintal da residência. Quando a porta foi aberta, pela manhã, os assaltantes sacaram as armas, renderam o gerente, sua mulher, uma amiga do casal e três crianças. Com a família inteira dominada, os ladrões trataram de levar todos para fora da cidade. Forçado pelos criminosos, diante das ameaças de morte, o gerente foi buscar o dinheiro e retornou à casa onde ficaram alguns integrantes do bando.

19 DE JANEIRO
Um assalto à agência do Bradesco da avenida 13 de Maio, em Fortaleza, terminou em troca de tiros por volta das 14h30min. Segundo informações do soldado Maximiliano Gomes, da 5ª Companhia do 5º BPM, a ação aconteceu quando quatro homens armados entraram na agência, localizada no Bairro de Fátima, e renderam dois vigilantes. O grupo armado anunciou o assalto dentro do banco, tomou dinheiro dos caixas e de clientes, e fugiu dividido em duas duplas, levando ainda dois revólveres roubados dos vigilantes da agência bancária. Durante a fuga, dois dos acusados foram interceptados por policiais militares que passavam pelo local. Houve troca de tiros próximo ao Centro de Humanidades da Universidade Estadual do Ceará (Uece), mas ninguém foi ferido. Todos os assaltantes conseguiram fugir sem ser identificados.

15 DE JANEIRO
Uma loja de informática onde também funciona um posto do Banco do Brasil, na Cidade 2000 (zona leste de Fortaleza), foi assaltada no começo da tarde de 15/12. Depois de render dois clientes e funcionários, os bandidos fugiram levando uma quantia em dinheiro e objetos pessoais das vítimas. Com o dinheiro, celulares e um notebook de um cliente, os bandidos fugiram em uma moto Honda de cor preta, em direção à Favela da Barreira, situada às margens da Via Expressa.

3 DE JANEIRO
Durante a madrugada, bandidos invadiram o posto do Banco do Brasil da cidade de São João do Jaguaribe (a 213Km de Fortaleza). Uma quadrilha composta por, pelo menos, dez homens, explodiu os caixas do BB com uso de bananas de dinamite. Como em outras ações anteriores, os ladrões não conseguiram roubar o dinheiro. Segundo a Polícia, no caixa destruído pelos artefatos não havia dinheiro. Era destinado apenas a expedir talonários de cheques.

1º DE JANEIRO
Assaltantes explodiram um caixa eletrônico do Bradesco próximo ao Porto do Pecém, município de São Gonçalo do Amarante, segundo informações da Polícia. A ação dos assaltantes ocorreu por volta de 3h, mas só no início da manhã a polícia tomou conhecimento do fato. Ainda não há informações sobre a quantia roubada.

1º DE JANEIRO
Durante a madrugada, uma quadrilha invadiu a Secretaria Executiva Regional VI (SERV VI) e arrombou um caixa eletrônico do Banco do Brasil, no Bairro Messejana, em Fortaleza. A ação do bando ocorreu por volta de 2h e dois guardas municipais foram feitos de reféns, segundo Comando de Policiamento da Capital. O bando, de aproximadamente seis homens, conseguiu levar todo o dinheiro que estava no caixa. O grupo usou um maçarico para abrir o caixa eletrônico. Dois guardas municipais, que faziam a segurança do local, foram feitos de reféns durante toda a ação do bando. Ninguém saiu ferido.

30 DE JANEIRO
Um policial militar foi morto a tiros em uma “saidinha bancária” na manhã do dia 30/11, na avenida Pontes Vieira, em Fortaleza. De acordo com informações do Centro Integrado de Operações de Segurança (Ciops), um cliente foi abordado por assaltantes e o policial, que estava de folga, reagiu à ação. Um dos assaltantes atirou contra o policial, que morreu no local.
30 DE NOVEMBRO
Sete homens armados de metralhadora e fuzil invadiram a agência do Banco do Brasil em Palhano, município localizado na região do Jaguaribe, distante 152 km de Fortaleza. A ação ocorreu às 8 horas. Houve troca de tiros com a polícia durante a ação. O bando acabou fugindo em uma picape modelo Nissan Frontier de cor preta, que havia sido tomada de assalto, levando como reféns o gerente da agência e um cabo da policial militar. Os reféns foram liberados e o veículo abandonado, sendo então substituído por outros três carros. Segundo a Polícia, nenhum valor foi levado da agência.

30 DE NOVEMBRO
Durante a madrugada, às 2h30, uma quadrilha estourou uma agência do Bradesco do município de Choró, na região Centro do Estado. Surpreendidos pela polícia, o bando não conseguiu roubar o dinheiro do caixa eletrônico, segundo informações do Comando de Policiamento do Interior. Cerca de quatro homens armados invadiram a cidade e usaram explosivos para arrombar a agência, segundo o CPI. Ao ouvirem as explosões, policiais do Destacamento Policial Militar foram até o local e conseguiram impedir a ação da quadrilha. Houve troca de tiros, mas ninguém saiu ferido, segundo informações da polícia.

21 DE NOVEMBRO
Quatro assaltantes tentaram assaltar um caixa eletrônico do Itaú na madrugada do dia 21/11, em Maracanaú, Região Metropolitana de Fortaleza. Segundo da Delegacia de Maracanaú, os suspeitos invadiram a agência, perfuraram o caixa eletrônico, mas acabaram incenciando o aparelho por acidente. Assustados, os bandidos fugiram sem conseguir levar o dinheiro. A ação dos bandidos foi percebida por moradores da região, que logo acionaram a polícia. Ao chegar no local, os policiais perceberam o incêndio. Após a tentativa, o bando fugiu em dois carros.

3 DE NOVEMBRO
Seis homens armados arrombaram mais um caixa eletrônico em Fortaleza. Desta vez, a ação ousada aconteceu no interior do prédio onde funciona a Empresa Municipal de Limpeza e Urbanização (Emlurb), no Benfica. A quadrilha chegou por volta de meia noite. Dois homens desceram e pediram informações aos vigilantes e, quando eles se aproximaram do carro, foram rendidos diante de armas. Os quatro homens que trabalhavam na vigilância foram amarrados e ficaram sob a mira das armas de dois dos bandidos enquanto durou a ação. Os outros quatro, que integravam o bando, foram até o caixa do Banco do Brasil e o arrombaram usando um maçarico. Os ladrões só deixaram a sede da Emlurb duas horas depois. A câmera que fica na frente do caixa foi tapada por uma fita gomada pelos criminosos, o que impossibilitou que seus rostos fossem filmados.

1º DE NOVEMBRO
Dois homens arrombaram, na madrugada do dia 1º/11, um caixa eletrônico da agência do Banco Santander, situada na Rua Ana Bilhar, bairro Varjota. Usando um maçarico, os ladrões abriram um dos terminais de autoatendimento. Segundo a Polícia, o dinheiro não foi levado. Por volta das 3 horas da madrugada, os dois homens entraram no espaço destinado aos caixas eletrônicos, ao lado da porta de entrada da agência. A dupla colocou sacos plásticos pretos na porta de vidro para evitar ser vista por quem passava na rua. Câmeras do circuito de segurança registraram todos os movimentos dos dois acusados, que estavam usando bonés para dificultar a identificação.

26 DE OUTUBRO
Um caixa eletrônico do Bradesco foi explodido na madrugada do dia 26/10, no município de Palmácia. Segundo informações do Comando de Policiamento do Interior (CPI), a ação foi realizada por uma quadrilha formada por cerca de oito homens. De acordo com a Polícia, uma parte do grupo se dirigiu ao destacamento da Polícia Militar, onde foram efetuados vários disparos, no sentido de impedir a ação dos policiais. Enquanto isso, a outra parte da quadrilha realizava o furto. Não há informações da quantia roubada. Sabe-se apenas que no local do furto foram encontradas cédulas sujas de tinta, devido ao mecanismo de segurança do caixa eletrônico, que dispara uma tinta rosa nas cédulas roubadas.

25 DE OUTUBRO
Uma quadrilha formada por aproximadamente cinco homens assaltaram na manhã do dia 25/10 a agência da Caixa Econômica Federal do município de Canindé. De acordo com informações, os assaltantes levaram R$ 19.400,00 em espécie e mais seis malotes empresariais. Por volta das 11h os cinco assaltantes entraram na agência, mas somente um invadiu a bateria dos caixas pela porta de entrada se dirigindo ao guichê que operacionalizava os malotes e fugiu sem deixar pistas.

18 DE OUTUBRO
 Um bando armado invadiu a Faculdade Católica Rainha do Sertão, em Quixadá (Sertão Central), por volta das 0h30 do dia 18/10 e após renderem e amarrarem os vigilantes arrombaram o caixa eletrônico do Banco do Brasil instalado no campus e roubaram todo o dinheiro. A Polícia Militar prendeu, no início da manhã quatro pessoas acusadas de participação no roubo. Um dos presos já confessou a participação nas recentes ações contra caixas eletrônicos e banco nos municípios de Ibicuitinga e Jaguaretama.

13 DE OUTUBRO
Mais um assalto a banco foi registrado durante a madrugada no interior do Ceará. Desta vez, o alvo foi uma agência do Banco do Brasil no município de Jaguaretama, na região do Vale do Jaguaribe. Segundo informações da PM, os assaltantes usaram explosivos para arrombar a agência e explodirem os caixas. Os bandidos teriam roubado apenas alguns envelopes com dinheiro, já que os caixas não haviam sido abastecidos.

6 DE OUTUBRO
Cinco homens foram presos após explodirem um caixa eletrônico do Bradesco no Hemoce, na Avenida José Bastos, em Fortaleza, na madrugada de 6/10. A ação ocorreu por volta de 2h30min, quando uma viatura do Ronda do Quarteirão flagrou os assaltantes. Durante a perseguição policial, houve troca de tiros e um dos assaltantes foi atingido de raspão. Com o bando foram apreendidas armas, munições e R$ 32.500,00.

30 DE SETEMBRO
Uma quadrilha armada invadiu, durante a madrugada de 30/9, um supermercado localizado na Parangaba (Fortaleza), manteve o vigia como refém, amordaçado e manietado, e arrombou o caixa eletrônico do Banco do Brasil, com a utilização de um maçarico. A ação dos criminosos foi filmada por várias câmeras do sistema de vigilância eletrônica do supermercado. Segundo a Polícia, os bandidos conseguiram penetrar nas dependências do supermercado depois de quebrarem as janelas de um salão de beleza contíguo à área onde está instalado o terminal de autoatendimento do BB. O valor roubado não foi divulgado pelo BB.

29 DE SETEMBRO
Mais uma ação contra agência bancária foi registrada na madrugada de 29/9, no município de Ocara (95 km de Fortaleza), no Maciço de Baturité. Seis homens fortemente armados (com fuzis calibre 7.62, escopetas de calibre 12 e pistolas) e usando explosivos, arrombaram a agência do Banco do Brasil daquela cidade, destruindo o setor onde ficam os terminais de autoatendimento. Como a explosão chamou a atenção de moradores, a Polícia Militar foi acionada e rapidamente chegou ao local, impedindo que a quadrilha conseguisse arrombar os caixas eletrônicos. Segundo informações repassadas pelo Comando de Policiamento do Interior (CPI), houve uma intensa troca de tiros entre bandidos e os PMs e o grupo conseguiu escapar, sem levar nada do banco. Dois vigias de rua foram levados como reféns, mas logo liberados na estrada, pouco tempo depois. Uma das viaturas que participaram do cerco aos assaltantes foi atingida por um tiro de fuzil, mas nenhum PM ficou ferido.

14 DE SETEMBRO
Oito homens foram presos, entre a madrugada a tarde, acusados de integrarem uma quadrilha de assaltos e arrombamentos de caixas eletrônicos ocorridos nos últimos meses na Grande Fortaleza. A operação policial para desarticular o bando começou por volta de uma hora da madrugada, quando três dos acusados estavam dentro da agência do Banco do Brasil, no Centro de Aquiraz, na Região Metropolitana de Fortaleza, e se preparavam para arrombar as máquinas de autoatendimento. O alarme do banco foi acionado e policiais militares rapidamente foram ao local, conseguindo capturar os três homens.

12 DE SETEMBRO
Um posto avançado do Bradesco foi assaltado, em Juazeiro do Norte, no bairro Tiradentes, região do Cariri. Segundo informações do Ciops, o assalto aconteceu por volta de 16h, por dois homens armados e usando capacetes. De acordo com o Comando de Policiamento do Interior (CPI), a dupla levou do posto R$ 9.600,00, além de dois celulares de clientes.

8 DE SETEMBRO
Assaltantes arrombaram, com um maçarico, um caixa eletrônico do Banco do Brasil e retiraram duas gavetas com dinheiro no Centro Administrativo de Maracanaú, onde funcionam várias secretarias da Prefeitura. A ação aconteceu de madrugada.

8 DE SETEMBRO
Cinco homens assaltaram o Bradesco do bairro Vila Velha, em Fortaleza. Os assaltantes levaram três malotes com dinheiro. Os bandidos estavam vestidos com roupas semelhantes às da Coelce e estavam na fila, agindo naturalmente, quando anunciaram o assalto, por volta das 16h. Ainda não foi contabilizada a quantia em dinheiro levada, mas, de acordo com a Polícia, seria por volta de R$140 mil.

7 DE SETEMBRO
Um grupo de cerca de 12 assaltantes armados invadiu a sede da Secretaria de Saúde do Estado (Sesa), na noite do feriado, rendeu vigilantes que estavam de plantão e arrombou caixas eletrônicos da unidade.Pelo menos 10 funcionários foram feitos reféns e trancados dentro de uma sala.Na ação, dois caixas eletrônicos, do Bradesco e do Banco do Brasil, foram abertos com o auxílio de um maçarico. Informações preliminares dão conta de que a quadrilha conseguiu levar cerca de R$ 300 mil reais. Os equipamentos haviam sido abastecidos com cédulas no dia anterior ao assalto.

6 DE SETEMBRO
Dois homens encapuzados e armados com pistolas assaltaram um posto da agência do Bradesco no centro de Quixeramobim (206 Km de Fortaleza). A ação aconteceu por volta das 10h40. Segundo informações da Polícia Militar, o crime aconteceu depois que a dupla invadiu a agência, rendeu uma das funcionárias do local e anunciou o assalto, tomando todo o dinheiro que estava nos caixas do estabelecimento. Os acusados fugiram em uma moto, após tomarem cerca de R$ 9 mil, além de um celular da funcionária da agência.

4 DE SETEMBRO
Um homem foi preso em flagrante no domingo, 4/9, após assaltar um caixa eletrônico do Banco Itaú, localizado no Centro da Capital. O homem foi preso ainda dentro de um dos caixas e o dinheiro foi recuperado, cerca de R$ 90 mil. Outros suspeitos que estavam no local conseguiram fugir.

3 DE SETEMBRO
Mais um banco é assaltado no Interior do Estado. O caso aconteceu em Ibicuitinga, no Sertão Central. Uma quadrilha composta entre 10 e 15 homens armados invadiu a cidade, por volta das 2 horas e tomou como reféns três agentes do Pró-Cidadania (que fazem segurança na cidade) levando-os para o posto avançado do Bradesco. Lá, os assaltantes dinamitaram um caixa eletrônico e fugiram levando quantia em dinheiro não divulgada. Cinco dos assaltantes acabaram presos, entre eles uma mulher.

15 DE SETEMBRO
Quadrilha invadiu a Secretaria Regional II, da Prefeitura de Fortaleza, depois de render um guarda municipal e funcionários do Samu, e com ajuda de maçarico arrombou o caixa eletrônico do BB e fugiu com dinheiro.

14 DE AGOSTO
Uma quadrilha de quatro assaltantes, fez seis pessoas reféns na SER II e arrombaram um caixa eletrônico do Banco do Brasil. As seis vítimas foram imobilizadas com presilhas de plástico e permaneceram cerca de duas horas sob a mira das armas. O bando utilizou um maçarico para arrombar uma das máquinas de autoatendimento do Banco do Brasil, instalada na antiga Central de Atendimento à população da SER II. Os dois caixas haviam sido abastecido na sexta-feira anterior. Não foi informado o valor levado pela quadrilha.

8 DE AGOSTO
Um posto de combustível em Horizonte (Km 42 da BR-116), na Região Metropolitana de Fortaleza, foi alvo de ação de seis homens na noite de 8/8. Além de explodirem o caixa eletrônico do Bradesco, os bandidos roubaram pertences dos clientes e levaram produtos do estabelecimento. Até caminhoneiros foram vítimas da ação dos assaltantes. Após a ação, fugiram em direção ao município de Pacajus em dois veículos.

8 DE AGOSTO
No estacionamento da Caixa Econômica Federal de Messejana, um empresário foi assaltado numa “chegadinha bancária”. Ele estava acompanhado de um segurança. Um homem se aproximou do empresário e o segurança trocou tiros com o bandido e foi baleado na perna. O assaltante levou o malote com R$ 112 mil, sendo R$ 5 mil em cheque.

6 DE AGOSTO
Em uma ação rápida e ousada, quatro bandidos, armados com uma submetralhadora e pistolas automáticas, invadiram as dependências do North Shopping, no bairro São Gerardo (Zona Oeste de Fortaleza) e roubaram malotes bancários contendo cerca de R$ 195 mil em espécie. O ataque ocorreu pouco depois das 10 horas quando um grupo de vigilantes da empresa Nordeste chegava ao local em um carro-forte para abastecer caixas eletrônicos instalados no supermercado Lagoa, no primeiro piso. Depois de se apoderar dos malotes contendo o dinheiro, os bandidos fugiram do local utilizando motocicletas. Este foi o terceiro ataque a vigilantes de carro-forte no Ceará neste ano.

4 DE AGOSTO 
Quatro bandidos, armados com pistolas e escopetas, atacaram a cidade de Quiterianópolis (415Km de Fortaleza), fizeram reféns, trocaram tiros com policiais militares e conseguiram fugir levando todo o dinheiro do banco postal do Bradesco instalado na agência dos Correios. Este foi o segundo assalto a banco em pouco mais de 24 horas. Segundo a Polícia, os bandidos iniciaram a empreitada criminosa ainda na estrada que liga as cidades de Tauá e Quiterianópolis, na Região dos Inhamuns. Tomaram um veículo de assalto e levaram o proprietário como refém. Invadiram a agência dos Correios e fizeram mais duas pessoas reféns, a gerente dos Correios e a funcionária do banco postal do Bradesco. A ação foi rápida, mas violenta. Este foi o segundo ataque de bandidos armados este ano em Quiterianópolis. No último dia 15/7, uma quadrilha invadiu a cidade e explodiu os caixas eletrônicos da agência do BB.

3 DE AGOSTO
Cerca de 10 homens fortemente armados e encapuzados invadiram, no começo da madrugada a agência do Banco do Brasil de Hidrolândia, na Zona Norte, a 252 quilômetros de Fortaleza. Uma parte do grupo rendeu policiais do destacamento militar e outro grupo foi à agência e usou explosivos para abrir os caixas eletrônicos. Segundo informações do Comando de Policiamento do Interior (CPI), nada foi levado do banco, pois o bando não conseguiu abrir os caixas. Durante a ação, parte do bando trocou tiros com policiais do destacamento da PM de Hidrolândia. De acordo com o CPI, três policiais estavam de plantão na unidade. O CPI informa ainda que, na fuga, o bando abandonou um veículo. Dentro do automóvel, foram encontrados materiais explosivos e munição.

15 DE JULHO
Uma quadrilha utilizou explosivos para assaltar mais um caixa eletrônico do Banco do Brasil. Dessa vez, a ocorrência foi no município de Quiterianópolis. Segundo informações do Comando de Policiamento do Interior (CPI), os assaltantes fugiram do local em dois veículos, um dele já foi abandonado. Não há informações do valor roubado.

13 DE JULHO
Uma quadrilha composta por cerca de 15 homens, dividida em dois grupos e armada com fuzis e explosivos, roubou R$ 2 milhões que eram transportados em um carro-forte da empresa Brinks. O assalto aconteceu por volta das 16 horas na estrada estadual CE-359, município de Ibaretama (120Km de Fortaleza). Os assaltantes perseguiram o blindado que procedia do Banco do Brasil de Quixadá em direção a Fortaleza. Os três vigilantes que ocupavam o carro-forte foram obrigados a sair do veículo e fugir em direção ao matagal. Os ladrões, então, entraram no blindado, colocaram artefatos e provocaram a explosão da porta do cofre. Depois de roubar todo o dinheiro que havia ali, armazenados em vários malotes, fugiram do local.

6 DE JULHO
Pela décima primeira vez neste ano, bandidos invadem uma cidade do Interior do Estado do Ceará e atacam um posto bancário. A ação agora foi em Caridade (100Km de Fortaleza), por volta de 2h30. Cerca de oito homens, fortemente armados, explodiram o caixa eletrônico de um posto de autoatendimento do Bradesco e levaram todo o dinheiro que havia ali. O valor furtado não foi ainda revelado pela Polícia.

4 DE JULHO
A agência do Banco do Brasil do município de Viçosa do Ceará (348km de Fortaleza), na serra da Ibiapaba, foi atacada no início da tarde do dia 4/7, por uma quadrilha formada por quinze homens, que já entraram na cidade atirando. Após invadirem a agência, os homens, que estavam fortemente armados com fuzis, renderam os funcionários e clientes do Banco e os fizeram de refém. Os bandidos conseguiram fugir em três carros, levando algumas clientes e funcionários como reféns. Durante a fuga, houve troca de tiros com a polícia, e um policial do Ronda do Quarteirão, de identidade ainda desconhecida, foi baleado.

26 DE JUNHO
Uma quadrilha composta por cerca de dez homens atacou o destacamento da PM da cidade de Apuiarés (128Km de Fortaleza), rendeu os policiais militares e tentou explodir o caixa eletrônico da agência do Bradesco com o uso de bananas de dinamite. A ação criminosa só não teve êxito porque os explosivos usados pelos ladrões falharam na hora da detonação. Diante disso, os bandidos decidiram fugir em meio a uma intensa troca de tiros com os PMs. A ação frustrada dos ladrões revelou que eles não tinham experiência no manuseio de artefatos para explodir os caixas. 

14 DE JUNHO
Tentativa de furto. Na cidade de Lavras da Mangabeira (417Km de Fortaleza) uma quadrilha invadiu a agência do Banco do Brasil e tentou furtar uma caixa metálica com dinheiro. Novamente, a PM agiu rapidamente e prendeu três dos acusados. Em seguida, foram capturados na cidade de Icó, dois comparsas deles.

14 DE JUNHO
Um bando fortemente armado invadiu durante a madrugada do dia 14/6 a cidade de Parambu (406 km de Fortaleza), no Sertão dos Inhamuns, na divisa com o Piauí. Pelo menos 15 bandidos tomaram a unidade policial e atacaram a agência do Bradesco. Durante cerca de duas horas o município esteve sob fogo cruzado e domínio da quadrilha. O ataque começou por volta de 1h15min e seguiu até 3 horas, aproximadamente. Todas as saídas de Parambu ficaram vigiadas por bandidos. Os criminosos usaram dinamite para atacar a agência, mas não teriam conseguido levar o dinheiro, conforme informações preliminares.

13 DE JUNHO
A Polícia está investigando um assalto a banco ocorrido na cidade de Limoeiro do Norte (194Km de Fortaleza). Bandidos sequestraram a família do gerente da agência do Banco do Brasil e o forçaram a ir buscar o dinheiro. O crime ocorreu na hora do almoço. Quando chegou em casa para almoçar, o gerente (identidade preservada) deparou-se com sua família – mulher e filhos – já rendida por homens armados. O crime, conhecido por ´sapatinho´, só foi registrado pela Polícia quatro horas depois, quando os ladrões libertaram a família do gerente na localidade de Café Queimado. A direção do banco não revelou a quantia roubada pelos ladrões. Foram feitas buscas, mas os ladrões não foram localizados.

7 DE JUNHO
Mais uma ação contra agências bancárias no interior do Ceará. Dessa vez, o crime aconteceu no Bradesco do município de Groaíras, na Região Norte do Estado. Segundo a polícia, os bandidos invadiram a cidade e foram até o posto do Bradesco. Ao chegarem no local, usaram dinamites para tentar explodir o caixa eletrônico, mas o impacto foi tão grande, que o local ficou completamente destruído. O Corpo de Bombeiros foi acionado e conseguiu controlar as chamas. De acordo com a população, dois homens foram vistos na unidade na hora da explosão, mas a polícia acredita que o bando seja bem maior.

2 DE JUNHO
Uma quadrilha fortemente armada assaltou a agência bancária do Bradesco do município de Pires Ferreira, na microrregião de Ipu. A ação aconteceu na madrugada do dia 2/6, quando cinco homens encapuzados e utilizando coletes chegaram ao município efetuando disparos. Logo depois, o bando explodiu o caixa eletrônico com dinamites e levaram todo o dinheiro. A quantia levada não foi revelada.

7 DE MAIO
Bandidos arrombaram um dos terminais de autoatendimento do Banco Itaú, da Avenida Dom Luís, no bairro Aldeota, em Fortaleza, na madrugada do sábado, dia 7/5. O crime só foi percebido no começo da manhã do dia seguinte. O valor levado pelos ladrões não foi divulgado pela Polícia. Inicialmente, devido ao forte cheiro de fumaça que exalava do banco, a Polícia acreditava que os bandidos teriam usado algum tipo de artefato explosivo para arrombar o caixa eletrônico. Contudo, depois de uma varredura realizada pelos especialistas do Gate, a suspeita foi afastada. Conforme os PMs, os bandidos usaram um maçarico para abrir o terminal.


6 DE ABRIL
O caixa eletrônico do Banco do Brasil de Horizonte, Região Metropolitana de Fortaleza (RMF), foi arrombado na madrugada do dia 6/4. De acordo com a Polícia do município, nenhuma quantia foi levada pelos bandidos. A Polícia afirma que a porta do banco está danificada há vários dias. No entanto, policiais fazem a ronda e garantem a segurança no local. No momento da ação, o alarme foi acionado. No entanto, os policiais não conseguiram identificar os responsáveis pelo arrombamento.

4 DE ABRIL
Bandidos tentaram arrombar, na madrugada do dia 4/4, um caixa eletrônico do Banco do Brasil, na avenida Oliveira Paiva, no bairro Seis Bocas. De acordo com informações do titular da Delegacia de Roubos e Furtos (DRF), Romério Moreira, os assaltantes utilizaram um maçarico para realizar a ação, mas fugiram sem efetuar roubo, por volta de meia- noite.


31 DE MARÇO
Uma quadrilha formada por oito homens encapuzados e armados de pistolas tentaram assaltar a agência do Banco do Brasil do município de Miraíma, zona norte do Estado. Segundo informações do Comando de Policiamento do Interior (CPI), os homens chegaram em uma Toyota Land Cruiser e foram até o destacamento policial do município. Dois policiais que estavam de plantão foram feitos reféns e levados até a agência bancária. Os assaltantes retiraram dois caixas eletrônicos do banco e colocaram em um reboque, que não suportou o peso dos equipamentos. Os caixas foram abandonados e os bandidos fugiram. Nenhuma quantia em dinheiro foi levada. Na ação, de acordo o CPI, uma mulher ficou ferida com um tiro na clavícula.

30 DE MARÇO
O Banco do Brasil de Independência, na região dos Inhamuns, foi assaltado por um grupo de 10 homens fortemente armados. Os bandidos renderam funcionários e clientes da agência e fugiram em dois veículos, levando todo o dinheiro que havia nos caixas. O bancário Iran Pedrosa e o advogado Edilmar Ribeiro Duarte foram feitos reféns dos bandidos. Este último chegou a ser baleado e somente horas depois do assalto é que o advogado foi socorrido por populares e pela Polícia, sendo submetido a cirurgia. Esse foi o segundo assalto pelo qual passaram funcionários e clientes daquela agência do BB em Independência. O primeiro registrado pela Polícia aconteceu em setembro de 2009, quando os bandidos renderam todos os funcionários e fugiram levando o dinheiro que havia nos caixas.

3 DE MARÇO
Uma quadrilha formada por 10 a 15 homens invadiu o Banco do Brasil de Cariús, no Centro-Sul do Estado, e explodiu o cofre da assaltada durante a madrugada. A quantia levada pelos bandidos ainda não foi revelada. Antes do assalto, a quadrilha rendeu o motorista de um ônibus da empresa Guanabara, que foi utilizado para bloquear o acesso à ponte que liga o município de Cariús a Jucás, com a intenção de impedir a entrada da Polícia. Outra parte do grupo realizou o assalto. Utilizando dinamites, os bandidos explodiram a porta de entrada da agência e a vidraça que divide os caixas eletrônicos da parte de atendimento aos clientes. Mais adiante, o bando explodiu o cofre, retirando o dinheiro.

14 DE JANEIRO
O vigilante João Batista Souza Coelho, de 36 anos e há oito trabalhando para a empresa de Segurança Corpvs, foi atingido na cabeça durante uma emboscada ao carro-forte que ele dirigia pela rodovia estadual CE-362, entre os municípios de Uruoca e Martinópole, na Região Norte do Estado do Ceará. Um bando de 15 homens cercou o veículo e começou a disparar contra o carro-forte. De acordo com informações dos três companheiros que sobreviveram, a troca de tiro foi intensa e os tiros disparados pelo bando acabaram por acertar, através da escotilha, a cabeça do motorista. Os assaltantes invadiram o carro-forte, explodiram o cofre e roubaram os malotes que continham R$ 1,3 milhão. O corpo do vigilante foi jogado para fora do veículo pelos bandidos. João Batista deixa três filhos pequenos.

11 DE JANEIRO
Dois homens tentaram roubar malotes bancários de uma agência do Banco do Brasil em Sobral. O motorista do carro-forte conseguiu acionar o alarme. Dois homens armados abordaram a vítima no estacionamento de uma agência bancária, no centro de Sobral.
Ao perceber a ação, a vítima, motorista de uma empresa que transporta malotes bancários, conseguiu correr e entrou no banco. O alarme foi acionado. Os bandidos fugiram em um carro, onde um terceiro homem aguardava. O veículo foi abandonado a poucos metros do posto da Polícia Rodoviária Federal. Os bandidos Cleiton Melo da Cruz e Antônio Wellington Sousa Paiz foram presos em flagrante.

Versão para impressão Diminuir tamanho das letras Voltar Página inicial Aumentar tamanho das letras

Veja mais

 
SINDICATO DOS BANCÁRIOS DO CEARÁ
   Rua 24 de Maio 1289 - Centro - Fortaleza - Ceará CEP 60020-001
(85) 3252 4266 / 3226 9194 - bancariosce@bancariosce.org.br
Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
  www.igenio.com.br