RSSYoutubeTwitter Facebook
Aumentar tamanho das letras Diminuir tamanho das letras Voltar Página inicial Versão para impressão


Ataques a Bancos em 2010

11 DE DEZEMBRO
Dois postos bancários situados no Interior foram alvo de ações criminosas no dia 11/12. Os alvos foram os municípios de Cascavel e Nova Olinda (distante 56 e 545 Km de Fortaleza, respectivamente). O primeiro ataque aconteceu na Praia da Caponga, em Cascavel, onde por volta das 7h, quatro homens armados de revólver invadiram a residência do gerente do Bradesco. Sob ameaças, o funcionário foi obrigado a se dirigir ao banco, abrir o local e realizar um saque de R$ 9.500,00. Após entregar o dinheiro, o gerente foi liberado e os acusados fugiram. Já em Nova Olinda ladrões violaram um dos caixas eletrônicos do Banco do Brasil do município. Segundo informações da PM, ao chegar na manhã de sábado para realizar uma faxina, a funcionária do banco percebeu que um dos terminais de autoatendimento estava violado.

3 DE DEZEMBRO
A agência do Banco do Brasil da cidade de Itapiúna, no Maciço de Batutrité, foi assaltada na madrugada da sexta-feira, dia 3/12, por uma quadrilha composta por 15 homens, segundo informou o Comando do Policiamento do Interior (CPI). A ação ocorreu por volta das 2 horas.
A quadrilha estava armada, atirou nas vidraças do banco, arrombou a agência e danificou caixas eletrônicos e o cofre. Eles fugiram em uma caminhonete e um carro de passeio. Chegaram a levar reféns que foram abandonados antes de sair da cidade. Ainda não foi informado o valor do dinheiro roubado.
 
26 DE NOVEMBRO
Pela 26ª vez neste ano, bandidos armados invadem uma cidade do Interior, rendem os poucos policiais responsáveis pela segurança e atacam a agência bancária utilizando armas de grosso calibre e mantendo inocentes como reféns. O palco agora, e pela segunda vez em 2010, foi o BB da cidade de Monsenhor Tabosa (a 320Km de Fortaleza). A ação dos ladrões teve início por volta de 4 horas da madrugada, quando os primeiros clientes do banco já estavam na frente da agência, pois era dia de pagamento de benefícios. Os bandidos fizeram ainda pessoas como reféns e atacaram o posto de segurança da cidade. No banco, a quadrilha agiu com violência, destruindo a bateria de caixas eletrônicos com tiros de escopeta calibre 12. As portas de vidro da agência também foram danificadas pelos disparos. A ação durou quase 40 minutos. 

9 DE NOVEMBRO
Bandidos obrigaram um funcionário da agência do Banco Brasil de Messejana a pegar dinheiro da agência onde trabalha. A família do funcionário foi feita refém pela quadrilha que estava fortemente armada. O bancário retirou cerca de R$ 700 mil e entregou o dinheiro aos bandidos. Os reféns foram libertados em seguida. A Polícia Civil trabalha no caso, entretanto as investigações estão sob sigilo. 

8 DE NOVEMBRO
Cerca de oito homens fortemente armados assaltaram, na madrugada da segunda-feira, dia 8/11, o Posto Avançado do Bradesco, sendo o trigésimo ataque a banco no Ceará, neste ano. Uma quadrilha fortemente armada invadiu aquela cidade da Região dos Inhamuns, manteve duas pessoas como reféns, e causou destruição na bateria de caixas eletrônicos do Bradesco. Apesar da ousadia e violência do bando, a Polícia recebeu da direção da agência a informação de que os ladrões não conseguiram roubar o dinheiro. 

4 DE NOVEMBRO
Agora foi a vez do Banco do Brasil de Nova Russas (316,2 quilômetros de Fortaleza). A ação só foi descoberta por volta das 7 horas, quando o gerente encontrou uma janela aberta e o cofre do prédio arrombado e vazio. A Polícia suspeita que uma broca (espécie de furadeira) tenha sido utilizada na violação do equipamento. O circuito de videomonitoramento também foi danificado e as fitas levadas.

30 E 31 DE OUTUBRO
Dois arrombamentos foram registrados na mesma agência em dois dias seguidos na agência do Santander-Aldeota, da Avenida Santos Dumont. A ação foi realizada realizada no início da manhã dos dois dias, quando foram arrombados dois caixas eletrônicos do autoatendimento. 

29 DE OUTUBRO
A agência do Banco do Brasil de Lavras da Mangabeira foi arrombada na madrugada de 29/10, por volta de 2h30min, por uma quadrilha de cerca de 10 homens. De acordo com informações repassadas pela Polícia Militar do município, os assaltantes usaram material explosivo para arrombar os caixas eletrônicos, possivelmente dinamite. Esta é a terceira agência bancária assaltada no Interior em três dias consecutivos. O bando estava armado com armas de grosso calibre. 

28 DE OUTUBRO
Cerca de 20 homens fortemente armados arrombaram, na madrugada do dia 28/10, uma agência do Banco do Brasil do município de Ibicuitinga, no Sertão Central. A forma como a ação aconteceu indica que o crime pode ter sido cometido pelo mesmo bando que arrombou, na madrugada do dia 27/10, a agência do BB de Banabuiú. Informações da PM dão conta de que os criminosos chegaram ao local em dois veículos e renderam três policiais militares, obrigando os PMs a abrirem os caixas eletrônicos da agência. Após a ação, os criminosos fugiram levando grande quantia em dinheiro, além de pistolas e fuzis dos militares. 

27 DE NOVEMBRO
Uma quadrilha fortemente armada com cerca de 20 integrantes arrombou, na madrugada do dia 27/10, a agência do Banco do Brasil do município de Banabuiú (214km de Fortaleza), no Sertão Central do Estado. Informações preliminares da PM dão conta de que os criminosos chegaram em quatro caminhonetes, metralharam as vidraças da agência e arrombaram os caixas eletrônicos do local. Os assaltantes teriam fugido levando o cofre da unidade com quantia em dinheiro não divulgada. Este é o 3º assalto à unidades este ano: o primeiro em 14/1 e o 2º em 1º/8.

7 DE OUTUBRO
Assaltantes voltaram a agir no Interior. Na madrugada de 7/10, houve uma tentativa de assalto a um caixa eletrônico do Bradesco, em Quiterianópolis (414 km de Fortaleza). Segundo a PM, o grupo era formado por oito homens, que estariam fortemente armados. Metade deles ficou em um veículo circulando pela cidade e o restante foi até a sede da Prefeitura, onde estava o caixa eletrônico. Ainda de acordo com a Polícia, os assaltantes quebraram a parte da frente do caixa eletrônico, mas não conseguiram levar nada. Os bandidos estavam encapuzados. 

13 DE SETEMBRO
Uma quadrilha formada por 15 homens, encapuzados e fortemente armados de escopeta, fuzis e pistola, tentou arrombar o cofre do Banco do Brasil do município de Milhã, localizada na região Sertão Central (300Km de Fortaleza), nos primeiros minutos da madrugada do dia 13/9. Os assaltantes não conseguiram abrir o cofre, mas fugiram levando R$ 20 mil que estavam nos caixas. A ação dos bandidos durou cerca de 30 minutos. De acordo com a PM, os assaltantes chegaram atirando e renderam os três policiais militares que estavam no destacamento local, um deles foi levado como refém, juntamente com dois operários de uma prestadora de serviço da Coelce. Os bandidos isolaram a cidade com barricadas de pneus e troncos que foram incendiados. 

8 DE SETEMBRO
Um homem, disfarçado de cliente, entrou na agência do Banco do Brasil de Caririaçu (466 quilômetros de Fortaleza) e roubou um malote contendo cerca de R$ 20 mil. O furto ocorreu na manhã do dia 8 de setembro. O homem aproveitou a distração dos seguranças e realizou o furto. A polícia fez buscas na região para capturar o assaltante e utilizou as imagens do circuito interno de segurança para capturar e identificar o homem. 

5 DE SETEMBRO
Uma quadrilha formada por cerca de seis homens armados e encapuzados rendeu um vigilante e tentou arrombar um caixa eletrônico da agência do Banco do Brasil da avenida Santo Dumont, no bairro Papicu, em Fortaleza. A ação aconteceu por volta das 22 horas do domingo, 5/9. A ação aconteceu quando o bando conseguiu tomar a arma do vigilante que fazia a segurança da agência e acabou trancando a vítima dentro de um banheiro da agência bancária. Após tentarem violar um dos caixas eletrônicos da agência, os criminosos fugiram deixando um maçarico e três cilindros no pátio do local. Segundo a Polícia, a quadrilha pode ter fugido após perceber a presença de policiais do Cotam próximo ao local do crime. 

2 DE SETEMBRO
Uma quadrilha formada por cerca de 10 homens assaltou a agência do Banco do Brasil do município de Catarina, região dos Inhamuns, por volta de 10 horas. Segundo informações da Polícia Militar do município, os bandidos chegaram com um refém em um veículo roubado e efetuando vários disparos, causando pânico entre funcionários e clientes. Antes de chegar ao banco, a quadrilha tomou de assalto um caminhão-baú e o estacionou no meio da estrada que dá acesso ao município, para impedir a passagem de outros veículos. O bando conseguiu fugir com uma quantia em dinheiro, ainda não revelada. O gerente do banco e outro funcionário foram levados como reféns, mas foram liberados em seguida. 

1º DE AGOSTO
Uma quadrilha formada por pelo menos oito homens, invadiu na madrugada a agência do Banco do Brasil de Banabuiú (214 Km de Fortaleza) e fugiu levando o dinheiro que havia no cofre. A quantia levada pelos bandidos ainda não foi revelada. De acordo com a PM, a ação criminosa ocorreu por volta de 1h da madrugada, quando os policiais daquele município atendiam a uma falsa ocorrência em uma localidade distante 40 Km da sede do Município. 

23 DE JULHO
Uma quadrilha com quatro homens armados, dois deles vestidos com fardas da Polícia Militar, invadiram a agência do Banco do Brasil do município de Cruz (258 km de Fortaleza), na região norte. De acordo com informações da PM, os assaltantes levaram o dinheiro dos caixas eletrônicos e fugiram em um Honda Civic prata com destino ao município de Jijoca. Durante a ação, funcionários foram rendidos. Não há informação da quantia levada.

20 DE JULHO
Dois homens armados de pistola, atacaram, no começo da noite, em frente ao Bradesco da Rua Senador Alencar, funcionários de uma empresa de transporte de malotes. As duas vítimas foram levadas pelos bandidos como reféns e liberadas em seguida. Os assaltantes fugiram em um veículo Gol, de cor prata, no qual estavam outros dois bandidos, levando três malotes do Bradesco contendo uma quantia não informada em cheques.

16 DE JULHO
Uma família inteira foi feita refém, por assaltantes, na noite de 15/7, em Lavras da Mangabeira (119,4 km de Fortaleza), na Região Sul do Ceará. Os bandidos chegaram a casa do tesoureiro do Banco do Brasil da cidade, Antônio Eliseu Rodrigues Júnior, por volta das 19h30min. Ele foi apanhado de surpresa por quatro homens fortemente armados, que invadiram sua casa e mantiveram seus familiares sob cárcere privado a noite inteira. O tesoureiro foi obrigado pelos bandidos, por volta das seis da manhã, a ir até a agência do BB. Os bandidos exigiam "o dinheiro do resgate". De acordo com o que foi apurado pela Polícia local, os acusados teriam conseguido fazer com que o tesoureiro retirasse cerca de 300 mil reais da agência bancária.

11 DE JULHO
Dois ataques a caixa eletrônicos foram registrados em Fortaleza num só dia. O gerente do Banco Real na Rua Barão do Rio Branco, no Centro da cidade, assim que chegou ao local de trabalho deparou-se com dois dos três caixas eletrônicos arrombados. Os caixas foram arrombados com o emprego de um maçarico e o terceiro caixa só não foi violado porque era o único a conter alarme. De acordo com a Polícia, cerca de R$ 120 mil teriam sido levados pelos bandidos. Já durante a madrugada, ladrões invadiram a agência do BB da Parangaba. O alarme não teria disparado. A Polícia ainda não sabe ao certo quantas pessoas estão envolvidas no furto, mas acredita ser realizada por uma quadrilha especializada. Do local, pouco mais de R$ 160 mil teriam sido furtados.

10 DE JULHO
Cerca de R$ 400 mil foram levados em um ataque a um carro-forte que abastecia o caixa-eletrônico de uma fábrica, em Maracanaú. O caso está sendo investigado pela Delegacia de Roubos e Furtos (DRF). Segundo o delegado Wilder Brito, já há suspeitos.

6 DE JULHO
Cerca de sete bandidos fortemente armados assaltaram a agência do Banco do Brasil de Reriutaba (309 Km de Fortaleza). Um comerciante e uma criança, além de uma funcionária do banco, foram mantidos reféns e liberados em seguida. A bancária foi baleada. Policiais do Ceará e do Piauí montaram um cerco na Região Norte do Estado e na divisa com o Piauí, com o objetivo de localizar e prender os assaltantes. Durante o assalto, houve disparos de armas de grosso calibre e pânico entre clientes da agência e moradores das proximidades do banco. 

29 DE JUNHO
Cinco homens fortemente armados assaltaram a agência do Banco do Brasil da cidade de Monsenhor Tabosa (324 km de Fortaleza), no Sertão de Crateús. O grupo invadiu a agência, rendeu funcionários e conseguiu levar vários malotes de dinheiro. O banco não informou à Polícia o valor levado pelos ladrões. Na fuga, a gerente foi feita refém sendo libertada na saída do município. 

1º DE JUNHO
Mais uma agência do Banco do Brasil é assaltada no Interior do Estado. Dessa vez na cidade de Piquet Carneiro (332 km de Fortaleza). Seis bandidos encapuzados, armados com escopetas, invadiram a unidade por volta das 15 horas. Eles pegaram o gerente da agência, Domingos Sávio Alves; e o subgerente, Clodomiro Moreira Carvalho como reféns. O padre de Piquet Carneiro, Lázaro Augusto, também foi rendido. Em seguida, a quadrilha obrigou a retirada do carro do pároco, levando os dois funcionários do banco, mas ambos foram logo libertados a cerca de sete quilômetros da cidade. A quantia em dinheiro roubada pelos assaltantes não foi divulgada. Este foi o 11º assalto a banco no Interior do Ceará este ano. A ação criminosa durou exatos sete minutos. 

3 DE MAIO
Mais um assalto a agência do BB no Interior. Dessa vez, a unidade atacada foi a de Orós (364 km de Fortaleza). Foi o terceiro assalto em apenas quatro dias. Repetindo o modo de agir, os assaltantes invadiram a cidade por volta das 10h30 e chegaram ao banco atirando. Funcionários e clientes logo se transformaram em reféns. Os assaltantes destruíram as portas de vidro da agência e entraram no prédio. Segundo apurou a Polícia, eram, pelo menos, cinco homens armados com fuzis, pistolas e escopetas. O ataque foi rápido, preciso e violento. Além de roubar o dinheiro que havia nos caixas, os ladrões agrediram os clientes que estavam junto aos caixas eletrônicos e tomaram também o dinheiro deles e objetos pessoais. Os seguranças da agência foram levados como refém mas, logo libertados. 

29 DE ABRIL
Duas agências do Banco do Brasil no interior do Estado foram assaltadas com muita violência. Os crimes ocorreram nas cidades de Saboeiro (652 km de Fortaleza) e Nova Russas (316 km de Fortaleza. Para a Polícia, no entanto, as ações foram isoladas, isto é, duas quadrilhas agiram em separado. Em Saboeiro, os criminosos agiram sem nenhuma dificuldade, pois o destacamento militar da cidade, composto por apenas três homens, havia se deslocado para atender a uma falsa ocorrência de assalto na zona rural. Além de vários malotes, os ladrões atacaram também estabelecimentos comerciais. O segundo ataque, em Nova Russas foi realizado por um grupo formado por cerca de sete a dez homens que chegou à agência já atirando. Após provocar o pânico e obrigar todo mundo a ficar deitado no chão, os ladrões foram direto à gerência onde acabaram dominando o tesoureiro da unidade, que foi obrigado a facilitar a retirada do dinheiro dos caixas eletrônicos. 

26 DE MARÇO
Seis homens armados assaltaram o posto do Bradesco e a agência dos Correios em Aiuaba (457,8 km de Fortaleza). Numa sequência de crimes, além dos assaltos, os bandidos fizeram disparos em via pública, roubaram um comerciante e o carro de um secretário municipal. Uma pessoa foi feita refém e em seguida liberada. Felizamente, não houve feridos. Apenas dois policiais estavam no Destacamento Militar da cidade.

9 DE MARÇO
Uma quadrilha formada por oito a dez homens armados com fuzis, escopetas e pistolas assaltaram a agência do Bradesco do Município de Guaraciaba do Norte (317 km de Fortaleza). O valor levado pelos bandidos não foi divulgado pelo banco e nem pela Polícia. A ação criminosa aconteceu por volta das 15 horas. Dois ficaram do lado de fora na cobertura e três entraram e renderam todos os funcionários e clientes. Para evitar um confronto, os assaltantes ainda efetuaram disparos para alto durante a saída da agência, para evitar a aproximação da Polícia. Ninguém ficou ferido, mas um funcionário foi feito refém e libertado pelos assaltantes à aproximadamente 2 km de distância da saída da cidade, em direção ao Município de Ipú.

26 DE FEVEREIRO
O gerente e um funcionário da agência do Banco de Brasil de Novo Oriente (495 Km de Fortaleza) foram feitos reféns durante uma tentativa de assalto dia 26/2. Uma quadrilha, formada por, pelo menos, seis homens armados de pistola, invadiu a agência, mas não conseguiu roubar o dinheiro devido a rápida chegada do destacamento da PM ao local. Para evitar um confronto com os militares, o bando usou dois funcionários do banco como reféns e fugiu em direção ao município de Independência. Os dois funcionários foram libertados ainda dentro da cidade de Novo Oriente. Em cerca de 60 dias, esse foi o segundo ataque ao BB de Novo Oriente. Na outra ação, em dezembro de 2009, uma quadrilha armada com fuzis e escopetas invadiu a agência e roubou uma quantia em dinheiro não revelada.

14 DE JANEIRO
Cinco homens armados com pistolas invadiram o Banco do Brasil da cidade de Banabuiú, no Sertão Central do Estado (a 215 km de Fortaleza). Os criminosos invadiram a agência logo após o término do expediente e levaram todo o dinheiro que havia na bateria de caixas e na tesouraria. O valor do roubo não foi revelado. Os ladrões renderam o vigilante do banco e, depois, dominaram outros dois funcionários. Em seguida, estes foram obrigados a entregar todo o dinheiro.

5 DE JANEIRO
Uma quadrilha composta por cerca de 20 assaltantes invadiram a cidade de Pedra Branca (261 km de Fortaleza) e assaltaram as duas agências bancárias do município: Bradesco e Banco do Brasil. A ação se deu próximo ao horário de fechamento das unidades, que se encontravam lotadas. Duas pessoas foram baleadas durante a ação violenta: um vigilante do Banco do Brasil e um agricultor. O valor levado das duas agências não foi divulgado, mas estipula-se que os assaltantes tenham levado R$ 1,5 milhão dos locais.

Versão para impressão Diminuir tamanho das letras Voltar Página inicial Aumentar tamanho das letras

Veja mais

 
SINDICATO DOS BANCÁRIOS DO CEARÁ
   Rua 24 de Maio 1289 - Centro - Fortaleza - Ceará CEP 60020-001
(85) 3252 4266 / 3226 9194 - bancariosce@bancariosce.org.br
Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
  www.igenio.com.br