RSSYoutubeTwitter Facebook
Aumentar tamanho das letras Diminuir tamanho das letras Voltar Página inicial Versão para impressão


  09/07/2019
Edição Nº 1578 de 8 a 13 de julho de 2019
LIBERDADE DE EXPRESSÃO

MOVIMENTO SINDICAL CONDENA ATITUDE AUTORITÁRIA DE PRESIDENTE DA CAIXA

O movimento sindical bancário condena a postura do presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, ao mover uma ação judicial de indenização por danos morais contra o ex-presidente da Fenae, Pedro Eugênio Beneduzzi Leite, de acordo informações do site Consultor Jurídico, em matéria divulgada dia 28/6.

O atual presidente da Caixa acusa Pedro Eugênio de injúria e difamação nas redes sociais. A ação tramita na Justiça de Brasília, em caráter sigiloso, utilizando-se da tática de criação do inimigo interno e da criminalização da política, configurando-se assim como um atentado à liberdade de expressão traduzida na organização autônoma dos trabalhadores do banco. Em tempo, esse é um dos direitos basilares de uma sociedade plural e democrática.

O exercício do direito de criticar é prerrogativa constitucional assegurada, não havendo conduta antijurídica de Pedro Eugênio a partir do momento em que o mesmo usa seus meios de comunicação para alertar a população sobre as possíveis consequências negativas de decisões que estão sendo tomadas para a Caixa Econômica Federal.

A ação do presidente da Caixa contra Pedro Eugenio é mais uma na estratégia de enfraquecimento da instituição. Começa-se com a censura a um empregado, o lado mais frágil, para depois atacar a sociedade civil organizada e suas entidades representativas. O movimento nacional dos empregados está se unindo para defender o banco, resistindo aos retrocessos perpetrados por gestores de plantão. Mesmo diante dessas e outras ameaças, o movimento sindical bancário não vai arrefecer da luta e nem se calar diante das temeridades administrativas e perseguições.

Diversas entidades representativas dos empregados publicaram notas de solidariedade a Pedro Eugênio, tais como Fenae, Contraf-CUT, Fetrafi/NE, entre outras, reafirmando estarem ao lado dos trabalhadores na construção de um banco 100% público, onde haja condições de trabalho dignas e valorizando o banco como principal pilar das políticas públicas no país. A crítica pública é necessária sempre que um gestor, qualquer que seja, demonstrar descaso pelas diretrizes inerentes da Caixa. Essas entidades sempre se posicionaram diante de várias ameaças à Caixa e jamais se silenciarão diante de tentativas sistemáticas de desmoralizar a instituição e seus trabalhadores.

Última atualização: 10/07/2019 às 15:50:44
Versão para impressão Diminuir tamanho das letras Voltar Página inicial Aumentar tamanho das letras
 

Versão em PDF

Edição Nº 1578 de 8 a 13 de julho de 2019

Edições Anteriores

Clique aqui para visualizar todas as edições do Tribuna Bancária
 
SINDICATO DOS BANCÁRIOS DO CEARÁ
  

Android cihazlariniz icin hileli apk indir adresi artik aktif bir sekilde hizmet vermektedir.
sex sohbet yapabileceginiz birbirinden guzel bayanlar telefonun ucunda sizleri bekliyor. Ustelik hd sex porno videolari da bulunmakta.
Kayitli olmayan kisiler bilinmeyennumara.me isim soy isim sekilde sms ile bilgilendir.
Profesyonel ekip davul zurna istanbul arayan kisilerin kesinlikle kiralama yapabilecegi en guzel site. Programsiz ve basit mp3 cevirme programi sizler icin sitemizde bulunmaktadir.

Rua 24 de Maio 1289 - Centro - Fortaleza - Ceará CEP 60020-001
(85) 3252 4266 / 3226 9194 - bancariosce@bancariosce.org.br

 

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
  www.igenio.com.br