RSSYoutubeTwitter Facebook
Aumentar tamanho das letras Diminuir tamanho das letras Voltar Página inicial Versão para impressão


  30/10/2018
Edição Nº 1546 de 29 de outubro a 3 de novembro de 2018
BNB PASSARÉ

SINDICATO REALIZA ATO SOBRE FUTURO DOS BANCOS PÚBLICOS

O Sindicato dos Bancários do Ceará realizou na terça-feira, 23/10, debate sobre o “Futuro dos Bancos Públicos”, reunindo entidades representativas dos funcionários e diversos trabalhadores no Centro Administrativo do Banco do Nordeste do Brasil (BNB), no Passaré.

O evento aconteceu na Praça Jáder Colares e contou ainda com a participação do economista Luiz Carlos Paes, coordenador estadual do Sindicato dos Funcionários do Banco Central (SINAL), que falou sobre a ameaça que paira, mais uma vez, sobre as empresas públicas estatais, como sempre ocorre em épocas de disputas eleitorais presidenciais. Propostas de privatização sempre rondam as estatais, mas em períodos pré-eleitorais elas se apresentam de forma mais concreta. Devemos combater esse viés neoliberal em respeito à nossa soberania e democracia”, alertou Luiz Carlos.

“Precisamos defender os bancos públicos, patrimônio do povo brasileiro, contra os constantes ataques do Governo e de setores empresariais e financeiros. Hoje podemos estar aqui fazendo essa conversa. Mas, nos anos 90, éramos proibidos de entrar aqui para debater com os trabalhadores e nós não queremos que esse tempo volte. Nós queremos banir essa prática do nosso dia-a-dia, porque esses tempos sombrios não podem voltar ao nosso Banco do Nordeste”, afirmou o coordenador da Comissão Nacional dos Funcionários do BNB, Tomaz de Aquino, também diretor do Sindicato dos Bancários do Ceará.

“Nós precisamos nos organizar para nos defender. Não estamos passando apenas por um processo eleitoral. Estamos passando por um amplo debate político. Está se propondo um liberalismo exacerbado para realizar privatizações aceleradas. Esse evento aqui é um chamado para todas as gerações. Estamos defendendo a geração de empregos, a distribuição de renda, o fortalecimento das nossas empresas públicas, o desenvolvimento de todas as regiões. Não adianta ficarmos passivos a tudo que está acontecendo. É preciso unidade e organização para combater qualquer retrocesso nos nossos direitos sociais e trabalhistas”, concluiu o presidente do Sindicato dos Bancários do Ceará, Carlos Eduardo.

Pronunciaram-se ainda o Presidente da Associação dos Aposentados do BNB (AABNB), Edson Braga e a Presidenta da Associação dos Funcionários do BNB (AFBNB), Rita Josino, além de diretores do Sindicato dos Bancários e de outros bancários presentes.

Última atualização: 30/10/2018 às 10:47:15
Versão para impressão Diminuir tamanho das letras Voltar Página inicial Aumentar tamanho das letras
 

Versão em PDF

Edição Nº 1546 de 29 de outubro a 3 de novembro de 2018

Edições Anteriores

Clique aqui para visualizar todas as edições do Tribuna Bancária
 
SINDICATO DOS BANCÁRIOS DO CEARÁ
   Rua 24 de Maio 1289 - Centro - Fortaleza - Ceará CEP 60020-001
(85) 3252 4266 / 3226 9194 - bancariosce@bancariosce.org.br
Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
  www.igenio.com.br