RSSYoutubeTwitter Facebook
Aumentar tamanho das letras Diminuir tamanho das letras Voltar Página inicial Versão para impressão


  24/09/2018
Edição Nº 1542 de 24 a 29 de setembro de 2018
CAIXA ECONÔMICA FEDERAL

Mudança proposta pelo governo no estatuto é golpe!

A mudança no estatuto da Caixa Econômica Federal, proposta pelo governo e submetida ao Conselho de Administração do banco, configura um golpe, segundo o coordenador da Comissão Executiva dos Empregados da Caixa, Dionísio Reis.

Qualquer alteração proposta por este governo ilegítimo nesse momento é um verdadeiro golpe. Na última vez, tentaram fazer uma reforma estatutária, inclusive transformando a Caixa em S.A, e conseguimos impedir. Agora querem permitir que os diretores venham do mercado, e não do corpo de empregados da Caixa. Quaisquer novas diretrizes devem ser determinadas por quem for eleito pelo povo.

A reunião que aprovou a alteração do estatuto foi realizada no dia 17/9, mas a medida, para vigorar, precisa ser aprovada em Assembleia Geral do banco, ainda sem data marcada.  A presidenta do Conselho, Ana Paula Vescovi, indicação política do então ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, vem inclusive tencionando os demais membros a aceitarem as mudanças.

A representante dos bancários, Rita Serrano, por outro lado, já marcou sua posição contra este retrocesso e contra possíveis mudanças no estatuto que afetem negativamente o banco público.

O QUE MUDA – As mudanças no estatuto propostas permitiriam que diretorias da área de controle (Jurídica, Auditoria e Corregedoria) fossem ocupadas por não concursados do banco. A proposição gerou manifestações de repúdio de entidades como Fenae, Apcefs, Advocef e Sindicatos de bancários.

Esta iniciativa já havia sido rechaçada pelos empregados e suas entidades representativas em 2017. Em maio deste ano, a imprensa ventilou o retorno da proposta, o que gerou ações populares contra conselheiros. Em agosto, o Conselho de Administração anunciou que os próximos vice-presidentes serão escolhidos em processo seletivo externo, conduzido por consultoria privada.

“Somos contra este retrocesso e contra possíveis mudanças no estatuto que afetem negativamente o banco público. Além disso, essa iniciativa já havia sido rechaçada tanto por empregados como pelas entidades representativas no ano passado”
Marcos Saraiva, diretor do Sindicato e da Fenae

Última atualização: 24/09/2018 às 10:23:33
Versão para impressão Diminuir tamanho das letras Voltar Página inicial Aumentar tamanho das letras
 

Versão em PDF

Edição Nº 1542 de 24 a 29 de setembro de 2018

Edições Anteriores

Clique aqui para visualizar todas as edições do Tribuna Bancária
 
SINDICATO DOS BANCÁRIOS DO CEARÁ
  
Android cihazlariniz icin hileli apk indir adresi artik aktif bir sekilde hizmet vermektedir.
sex sohbet yapabileceginiz birbirinden guzel bayanlar telefonun ucunda sizleri bekliyor. Ustelik hd sex porno videolari da bulunmakta.
Kayitli olmayan kisiler kimin numarasi ogren isim soy isim sekilde sms ile bilgilendir.
Profesyonel ekip davul zurna istanbul arayan kisilerin kesinlikle kiralama yapabilecegi en guzel site. Programsiz ve basit mp3 cevirme programi sizler icin sitemizde bulunmaktadir.
Rua 24 de Maio 1289 - Centro - Fortaleza - Ceará CEP 60020-001
(85) 3252 4266 / 3226 9194 - bancariosce@bancariosce.org.br

Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
  www.igenio.com.br