RSSYoutubeTwitter Facebook
Aumentar tamanho das letras Diminuir tamanho das letras Voltar Página inicial Versão para impressão


  20/08/2018
Edição Nº 1538 de 20 a 25 de agosto de 2018
CAMPANHA NACIONAL 2018

Nova negociação na terça (21) só termina com proposta decente

Nada de novo foi levado pela Fenaban à mesa de negociação com o Comando Nacional dos Bancários, realizada na sexta-feira, dia 17/8, nem mesmo a redação das cláusulas que estavam pendentes. Uma nova reunião foi agendada para terça-feira, dia 21, a partir das 14h, em São Paulo. Os dirigentes do Comando cobraram e ficou acordado na mesa que essa nova negociação só se encerrará quando houver uma proposta ou se chegar a um impasse.

Qualquer um desses cenários será levado para apreciação dos bancários em assembleias, nas quais serão definidos os próximos passos da Campanha Nacional Unificada 2018. Agora é ou apresentam proposta decente com aumento real e manutenção dos direitos, ou estarão empurrando a categoria para a greve.

Durante todos os dias de negociação, os bancários estarão mobilizados em uma semana de luta. Na rodada de sexta, os dirigentes sindicais destacaram a rejeição, por unanimidade em assembleias realizadas no último dia 8 em todo o Brasil, da proposta apresentada pelos bancos no dia 7, que somente repunha a inflação do período.

A categoria bancária deixou claro que quer aumento real, garantia de todos os direitos previstos na Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) e de que não serão substituídos por trabalhadores terceirizados, intermitentes, PJs, temporários. Também estão preocupados com a ultratividade (manutenção dos direitos até a assinatura de um novo acordo). E nada disso foi apresentado pelos bancos até agora nas sete rodadas.

LUCRO MESMO NA CRISE – O levantamento feito pela consultoria Economatica mostra que, enquanto os demais setores da economia perdem com a crise, os bancos seguem lucrando. Dos 26 setores avaliados, seis tiveram prejuízo. E o mais lucrativo foi o setor financeiro, que fechou o segundo trimestre de 2018 com R$ 17,6 bilhões contra R$ 15,2 bilhões em 2017, crescimento de 15,57%.

“Nós queremos resolver a campanha na mesa de negociação, mas agora está nas mãos dos bancos apresentar uma proposta final decente para a categoria. O setor tem excelentes resultados há anos, podem pagar aumento real e não há nenhum motivo para demitir, retirar direitos ou precarizar os empregos bancários”
José Eduardo Marinho, presidente em exercício do SEEB/CE

Última atualização: 20/08/2018 às 11:07:39
Versão para impressão Diminuir tamanho das letras Voltar Página inicial Aumentar tamanho das letras
 

Versão em PDF

Edição Nº 1538 de 20 a 25 de agosto de 2018

Edições Anteriores

Clique aqui para visualizar todas as edições do Tribuna Bancária
 
SINDICATO DOS BANCÁRIOS DO CEARÁ
  
Android cihazlariniz icin hileli apk indir adresi artik aktif bir sekilde hizmet vermektedir.
sex sohbet yapabileceginiz birbirinden guzel bayanlar telefonun ucunda sizleri bekliyor. Ustelik hd sex porno videolari da bulunmakta.
Kayitli olmayan kisiler kimin numarasi ogren isim soy isim sekilde sms ile bilgilendir.
Profesyonel ekip davul zurna istanbul arayan kisilerin kesinlikle kiralama yapabilecegi en guzel site. Programsiz ve basit mp3 cevirme programi sizler icin sitemizde bulunmaktadir.
Rua 24 de Maio 1289 - Centro - Fortaleza - Ceará CEP 60020-001
(85) 3252 4266 / 3226 9194 - bancariosce@bancariosce.org.br

Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
  www.igenio.com.br