RSSYoutubeTwitter Facebook
Aumentar tamanho das letras Diminuir tamanho das letras Voltar Página inicial Versão para impressão


  06/08/2018
Edição Nº 1536 de 6 a 11 de agosto de 2018
BANCO DO NORDESTE DO BRASIL

Sindicato analisa providências jurídicas para resolver problemas com o Vale Card

O Sindicato dos Bancários do Ceará está analisando qual o melhor remédio jurídico para resolver o problema de não aceitação do Vale Card distribuído aos funcionários do Banco do Nordeste do Brasil (BNB) em cumprimento à cláusula da Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) que assegura os benefícios do Cartão Refeição e Alimentação.

A empresa Trivale ganhou a última licitação feita pela direção do BNB e se comprometeu a garantir a totalidade dos credenciados assegurados pela operadora anterior, a Ticket. Mas o prometido não está sendo cumprido e são dezenas de reclamações de que a lista de credenciados fornecida pela Trivale não é aceita pelos estabelecimentos, sejam supermercados ou restaurantes.

A medida jurídica mais provável a ser tomada deverá ser uma ação cautelar na Justiça Federal de forma a assegurar com rapidez a verba alimentar que tem prioridade por lei. “Mas a decisão ainda está em análise pelo Departamento Jurídico do Sindicato”, afirma Tomaz de Aquino, diretor do SEEB/CE e coordenador da Comissão Nacional dos Funcionários do BNB (CNFBNB).

Tão logo recebeu as primeiras reclamações, Tomaz de Aquino procurou o diretor administrativo do BNB, Cláudio Freire, informando das denúncias dos colegas, não só aqui no Ceará, mas também de outros estados, principalmente de agências do interior.

O diretor pediu um tempo, avaliando, talvez, que as coisas pudessem se normalizar rapidamente. Mas ao contrário, as ocorrências de negativa no atendimento se avolumaram e o Sindicato e a Comissão Nacional dos Funcionários querem que seja seguido o contrato que prevê o destrato junto à Trivale por não cumprimento do edital e a consequente chamada da segunda empresa classificada na licitação, no caso a Ticket.

“A melhor saída seria administrativa, através do destrato, pois uma ação judicial, mesmo que em caráter liminar, pode demorar e ainda assim ser cassada, e se passar à tramitação normal, com todos os prazos da lei, a despeito da urgência da verba alimentar. Estamos reivindicando que a direção do Banco cumpra o que disse em mesa de negociação e resolva administrativamente e com rapidez a questão”
Tomaz de Aquino, diretor do SEEB/CE e coordenador da CNFBNB

Última atualização: 06/08/2018 às 09:19:41
Versão para impressão Diminuir tamanho das letras Voltar Página inicial Aumentar tamanho das letras
 

Versão em PDF

Edição Nº 1536 de 6 a 11 de agosto de 2018

Edições Anteriores

Clique aqui para visualizar todas as edições do Tribuna Bancária
 
SINDICATO DOS BANCÁRIOS DO CEARÁ
  

Android cihazlariniz icin hileli apk indir adresi artik aktif bir sekilde hizmet vermektedir.
sex sohbet yapabileceginiz birbirinden guzel bayanlar telefonun ucunda sizleri bekliyor. Ustelik hd sex porno videolari da bulunmakta.
Kayitli olmayan kisiler bilinmeyennumara.me isim soy isim sekilde sms ile bilgilendir.
Profesyonel ekip davul zurna istanbul arayan kisilerin kesinlikle kiralama yapabilecegi en guzel site. Programsiz ve basit mp3 cevirme programi sizler icin sitemizde bulunmaktadir.

Rua 24 de Maio 1289 - Centro - Fortaleza - Ceará CEP 60020-001
(85) 3252 4266 / 3226 9194 - bancariosce@bancariosce.org.br

 

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
  www.igenio.com.br